RESUMO DOS ESPETÁULOS DO FESTIVAL

SOBREVOAR - COMPANHIA DO ABRAÇÃO
 DIA 13/10, às 20:00 horas E DIA 31/10 ÀS 16 HORAS

Sinopse - Sobrevoar aborda Santos Dumont como a criança, não aquela de sua infância datada no final do século XIX, mas aquela atemporal que sonha, persiste e realiza. Uma história de descoberta do "eu" que busca ser livre à revelia das convenções sociais. Personagens, que compreendem a magnitude do risco de alçar vôos, sem pensar em limites. Vencer os obstáculos impostos pelo espaço. Inspiração que nos fornece Santos Dumont.

No espetáculo, quatro personagens, com espírito de criança, habitam um espaço imaginário e atemporal, um lugar onde todas as brincadeiras e experimentos co-habitam. Um espaço onde os sonhos se tornam possíveis, que interliga céu e terra, um istmo entre o sonho e sua realização.
Breve Histórico - Este espetáculo teve sua estréia em 2010 e foi patrocinado através da Lei Municipal de incentivo a Cultura - Mecenato, pela CAIXA e LIVRARIAS CURITIBA.

Ficha Técnica
Realização: Cia. do Abração
Direção: Letícia Guimarães
Direção de Produção: Fabiana Ferreira
Dramaturgia: Criação coletiva sob a supervisão de Letícia Guimarães
Coreografia: Fabiana Ferreira
Cenografia e Adereços: Marcelo Scalzo
Figurinos e Adereços: Maureen Miranda
Iluminação: Anry Aider
Sonoplastia e composição de Trilha Original: Karla Izidro
Elenco: Moira Albuquerque, Simão Cunha, Negra Silva e Felipe Custódio
Classificação – Livre
...................................................................................








O GATO E A DONA XICA – 



CIA. FILHOS DA LUA




DIAS 14 E 21/10, às 15:00 horas




Sinopse - Primeiro espetáculo da série Histórias de Cantigas escrita e dirigida por Renato Perré. Nesse espetáculo a inspiração vem da cantiga “Atirei o Pau no Gato” cantada e brincada pelas crianças brasileiras há muito tempo. No espetáculo ninguém atira o pau no gato, mas faz com ele se transforme em um grande tocador de violão que mora nos telhados das casas de Dona Chica Chiquíssima. A história apresenta personagens contidos na canção, e outros por conta da imaginação do autor: O peixeiro, a lua, as crianças da rua e um médico atrapalhado. A dramaturgia agrada tanto às crianças bem pequenas como aos adultos. Tem poesia e comédia. Os bonecos são de luva e vareta, técnicas das mais populares no universo do Teatro de Bonecos.

Ficha técnica
Realização: Cia. Filhos da Lua
Texto e direção: Renato Perré
Cenário- Claudia Gutierrez
Confecção de bonecos- Maria Teresa Carvalho Silva
Elenco- Renato Perré e Edna Kallil.
Execução de trilha sonora: Rogério Carvalho
Iluminação e sonorização: Candiê Marques
Classificação – Livre





...................................................................................


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

8º Pequeno Grande Encontro - de 25 de Abril a 01 de Maio

Mesa-redonda do 8º Pequeno Grande Encontro

Crítica do espetáculo ''O Mágico de Oss'', da Cia. do Abração